Piadas

PIADAS DE PAPAGAIOS O louro dado de presente ao padre veio de um bar onde uma freguesia fanática reunia-se para ouvir irradiação de jogos de futebol enquanto tomavam suas cervejas. O padre, muito satisfeito, colocou o novo hóspede numa coluna junto ao púlpito. No domingo seguinte, o padre começou seu sermão sob os olhares atentos dos fiéis e do papagaio. Meus irmãos, falou ele. Cristo nasceu na Terra Santa, passou por Belém, passou por Nazareth, passou pela Galiléia, passou por Jerusalém, passou por. . . - PU*A MER*DA, interrompeu o papagaio, não tem um beque para segurar esse home A situação ficou insustentável, pois a vizinhança começava a protestar. O papagaio falava mais palavrão que rufião na zona do meretrício. Aconselhado levou o seu louro a casa do sacristão que também possuía um, mas que passava o dia inteiro rezando. Assim que se viram juntos, o papagaio rezador do sacristão gritou: - Pu*a malcriada, até que enfim minhas preces foram ouvidas e me mandaram uma fêmea pra trepar. .

Nenhum comentário: